Programação Festival ECDE 17/04

- Filipe de Freitas: Filipe de Freitas é formado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP) e músico de formação livre. Dedica-se ao trabalho solo desde 2013 interpretando temas autorais nas guitarras de 7 cordas. Seu som é marcado, sobretudo, pelo improviso e mescla sonoridades latino-americanas, arabescas, ciganas e ibéricas a distorções e efeitos na tentativa de construir uma música que muito se assemelha a uma trilha sonora. Essas experiências sonoras podem ser conferidas em “Ano 20”, seu primeiro álbum. Gravado em 2020 e lançado em 2021, “Ano 20” contém seis músicas autorais – todas elas realizadas de forma totalmente caseira durante a crise sanitária causada pela pandemia da COVID-19 e pela falta de políticas públicas efetivas que a combatessem – e contou com produção e desenho de som de Felipe Nascimento e artes de capa de Vinição.

A discografia de Filipe de Freitas inclui ainda os singles “Dança de Sanaúd” e “Dear Rossini”, a participação em “Você não é um” – single da banda Qerbero (doom/sludge/post-metal) de 2017 – e “Quetzal” – single em parceria com Isaac Loco de 2020.


- Os Ditos: Os Ditos são, além de uma banda, um grupo de artistas atuando em múltiplas

linguagens. Os Ditos fazem música brasileira antropofágica. A fusão de

ritmos vai além do plano do repertório e chega à estrutura dos compassos,

por vezes criando gêneros mestiços. Por exemplo, em Ensimesmado pode-se

ouvir reggae e xote ao mesmo tempo.

Os integrantes são em sua maioria também artistas visuais, recorrendo a

diversas linguagens para suas histórias, reflexões e provocações. Suas letras

fluem em mão dupla entre a música e as artes gráficas, em uma prática que

se assemelha à do cordel. De tiragem reduzida, suas peças impressas

aparecem e desaparecem pela cidade, supostamente demarcando traçados

em mapas afetivos.

Baseados na cidade de São Paulo, Os Ditos frequentemente pintam em suas

letras retratos que personificam os anseios urbanos e suas contradições. Seus

personagens geralmente não contam com muitos privilégios além da

autoanálise em forma lírica. O dito pelo não dito. Os ditos de Benedito.

Brasileiramente porém, prevalece em Os Ditos o viés do humor e a

inexplicável tendência a fazer de qualquer história uma festa.


Trevo Ribeiro:Trevo Ribeiro é compositor, músico e poeta. Nasceu em Xapuri, terra de Chico Mendes. Cresceu no Pará, Belém e Marabá, e se formou em antropologia no Rio de Janeiro. Em 2018 veio trabalhar no Acre com os Povos Indígenas em uma ONG e acabou descobrindo o movimento de poesia de rua da cidade de Rio Branco. A partir daí se engajou na mobilização artística e se apresentou diversas vezes como músico e poeta. Em 2021, parte para encarar um novo desafio: o lançamento de seu 1° EP, chamado ‘’A Mata Cobra’’.


Eduardo Proffa e os Zélementos: Banda alagoana de Rock com diversas influências regionais.

Formada em janeiro de 2020, onde gravou seu primeiro CD (ao vivo), o CINCO ponto CINCO. Este CD foi lançado em Novembro do mesmo ano, em uma LIVE que está disponível, assim como o CD, no canal do Youtube da banda.

A banda é formada por: Eduardo Proffa – Voz; Arnaud Borges – Violão e vocal; Gama Junior – Flauta, vocais e efeitos; Alexandre Rodas – Guitarra; Ykson Nascimento – Contrabaixo; e, Leo Costa – Bateria.


Grupo Merceditas: Criado em novembro de 2016 em Brasília, o Grupo Merceditas, vocal e instrumental, é formado por mulheres musicistas da cidade. Tem como objetivo a interpretação de músicas latino-americanas, especialmente o rico repertório do Movimento Nueva Canción que difundia composições com denúncia social, incorporando elementos do folclore musical. O nome Merceditas é uma homenagem à Mercedes Sosa, cantora argentina, expoente do Movimento Nueva Canción Latino Americana, que ficou conhecida como “a voz dos sem voz”.

Componentes do grupo:

· Eleni Fagundes – Voz e direção musical.


· Ednea Fagundes – Voz e percussão.


· Eliane Timm – Voz e percussão.


· Eulália Augusta – Voz e violão.

O grupo conta com o acompanhamento do músico Edgar Fagundes, no acordeon e gaita de boca.


Banda D'Nego faz música popular brasileira com fortes traços de rock em seus arranjos. Procuramos transitar entre todos os ritmos e estilos, sempre preservando o tom crítico das composições.

Tais Dantas (vocal), Kleber Cézar (percussão) e Carlos Nego (violão e vocal), são os integrantes de origem da banda.

Basicamente, o repertório de shows, além das composições autorais, faz reverência aos compositores mais tradicionais da música brasileira, porém, sempre levando em consideração uma seleção de canções menos veiculadas ao grande público. Isso faz o show ser uma grata surpresa para quem é fã, porque vai apreciar canções que nunca imaginaria poder ouvir ao vivo, e uma descoberta para quem pouco conhece certos compositores.

HISTÓRICO RECENTE DE APRESENTAÇÕES

FESTIVAIS DE MÚSICA AUTORAL

FESTIVAL DE MPB DE PEREIRA BARRETO-SP 2018 – Música “Cegueira” MOSTRA DE MPB DE SÃO LOURENÇO DO OESTE-SC 2018 – Música “Cegueira” FESTIVAL DE MPB DE

PEREIRA BARRETO-SP 2019 – Música “Bons momentos” FESTIVAL DE MPB DE EXTREMA-MG 2019 – Música “Cegueira”

FAMPOP AVARÉ-SP 2019 – Música “Bons momentos”

FEMA ARARAQUARA-SP 2019 – Música “Cegueira”

FEM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP 2019 – Música “Cegueira”


Zona 21: A banda ZONA 21, formada em 2019, tem sua origem na zona norte do Rio de Janeiro. A banda vem trazer um repertório autoral variado e cheio de influências para o cenário rock brasileiro, tais como, nu metal, rock alternativo, rap rock, punk rock, eletro rock, pop rock... variando bastante entre estilos e trazendo elementos populares da cena carioca, contra todo o elitismo e o conservadorismo presentes no cenário.

As músicas trazem letras repletas de sentimentos, histórias, reflexões e críticas. A banda se posiciona contra toda opressão, apontando incoerências do sistema e suas consequências na sociedade.


O primeiro trabalho lançado pela banda foi o EP “Clonados”, que conta com 3 músicas. A banda lançou recentemente o álbum “Veneno”, com 10 músicas, com muitas influências e letras fortes.



A banda já tem presença no Facebook e no Instagram como @z21oficial, além de um canal no YouTube.

66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo